Interview

“Uma boa gestão de riscos empodera as pessoas para que tomem decisões mais independentes” 

Interview
abril 11, 2023 | Supply Chain Network Management

A Wingtra, especialista em drones com sede em Zurique, impressiona com enormes taxas de crescimento. Para manter esse ritmo, uma cadeia de suprimentos que funcione sem problemas é essencial. O COO Marco Schicker explica, em uma entrevista exclusiva, como a Wingtra interage com seus clientes e fornecedores e por que a gestão de riscos não restringe, mas cria liberdade.

A Wingtra é uma fornecedora líder global de drones comerciais, especificamente para o mercado de pesquisa e vigilância aérea. A empresa foi fundada em 2017.

Uma contribuição ao estudo “Future Industry 2023”

entrevista com Marco Schicker, coo da Wingtra

Sr Schicker, mais de dois terços das empresas entrevistas para este estudo ainda veem um potencial significativo de eficiência em sua cadeia de suprimentos. Como alcançar esse potencial?

Marco Schicker: De maneira bem breve, as empresas precisam promover a integração de seus processos com os fornecedores e aprender a entender melhor seus clientes.

Como você promove a integração com seus fornecedores na Wingtra?

Marco Schicker: A extensão do fluxo de valor para além dos limites da própria empresa é crucial. Quando se trata do fluxo de materiais, é preciso haver um equilíbrio entre o fluxo e a segurança do fornecimento. Atualmente, essas considerações devem ser feitas aqui na Wingtra para chips de computador, por exemplo. Quando se trata do fluxo de informações, é importante que todos da cadeia de suprimentos estejam trabalhando com o mesmo conjunto de suposições. Continuando com o exemplo do chip, os prazos de entrega dos pedidos da Wingtra são bem superiores a um ano. Portanto, temos que iniciar nosso planejamento de vendas e operações com isso em mente e envolver nossos principais fornecedores de forma muito próxima.

Marco Schicker
COO
Wingtra AG

E como você aprende a entender melhor o cliente?

Marco Schicker: Descobrindo o que é realmente importante para a empresa. Não basta olhar apenas para o produto, mas também para o serviço e os processos de manuseio.

Dependendo da importância de questões como reprocessamento, serviços de transporte, estrutura de preços e embalagem para o cliente, a Wingtra pode alinhar e otimizar o fluxo de valor de acordo. Descobrindo o que é realmente importante para a empresa. Não basta olhar apenas para o produto, mas também para o serviço e os processos de manuseio. Dependendo da importância que questões como reprocessamento, serviços de transporte, estrutura de preços e embalagem têm para o cliente, a Wingtra pode alinhar e otimizar o fluxo de valor de acordo.

Como COO, você é responsável pelas compras na Wingtra. Qual é a posição atual do departamento em sua organização? 

Marco Schicker: O setor de compras é um ponto central de contato na nossa empresa, tanto para operações quanto para desenvolvimento.

Com a primeira geração do nosso drone, aprendemos que o cenário é definido bem no início do processo para determinar se o potencial de eficiência pode ser alcançado mais tarde no ciclo de vida do produto. É por isso que nosso departamento de compras está envolvido no desenvolvimento do produto desde o início.



Qual é a função do departamento de compras?

Marco Schicker: O setor de compras também tem a tarefa de nos desenvolver operacionalmente. Isso é feito, por exemplo, por meio da padronização de contratos e de regras claras de reprocessamento. O setor de compras também é responsável por manter o relacionamento com os fornecedores. Enviamos compradores aos principais fornecedores para integrar melhor seus processos aos nossos.


Qual a importância do intercâmbio eletrônico de dados para a integração da cadeia de suprimentos?

Marco Schicker: O intercâmbio eletrônico de dados pode automatizar, acelerar e padronizar processos. Isso torna o trabalho mais eficiente, melhorando o fluxo de informações. Entretanto, não é uma solução definitiva. Se os dados estiverem incorretos ou a cadeia de suprimentos for interrompida, nem mesmo o intercâmbio eletrônico de dados ajudará: Os fornecedores não conseguirão entregar as mercadorias, mesmo que lhes enviemos pedidos automatizados.

Cerca de 38% das empresas que entrevistamos têm uma estratégia de dados dedicada para sua cadeia de suprimentos e 43% usam uma plataforma para compartilhar dados com parceiros. A Wingtra é uma delas?

Marco Schicker: Não temos uma plataforma separada para nossos fornecedores. Usamos nosso ERP para acionar pedidos e definir condições de estrutura. Atualmente, estamos na fase de padronização. Nossa estratégia de fornecedores está intimamente ligada aos nossos processos internos. Para desenvolver isso ainda mais, estamos levando adiante o tema da arquitetura empresarial.

Fatores políticos, tecnológicos, ambientais e sociais continuarão a afetar as cadeias de suprimentos. Nesse contexto, qual é a importância da implementação da gestão de riscos?

Marco Schicker: Para mim, a gestão de riscos é essencial. Não se trata de evitar todos os riscos possíveis. Ao invés disso, a empresa deve adequar o esforço ao risco. É importante entender quais riscos são mais críticos para uma empresa. Assim, é possível decidir com quais medidas responder aos fatores de risco individuais.

Além disso, uma boa gestão de riscos cria a transparência necessária para a tomada de decisões. Isso ajuda tanto os líderes quanto os funcionários. Com uma melhor compreensão dos principais riscos do negócio, eles podem tomar decisões muito mais independentes no dia a dia. 

HOW DO COMPANIES HANDLE DATA IN THE SUPPLY CHAIN NETWORK?

leia mais sobre gestão da cadeia de suprimentos

MANTENHA-SE ATUALIZADO

Subscribe to our newsletter
Staufen Back To Top Button