Um Scrum para todos os casos? Um Scrum para cada caso!

Strukturieren von Aufgaben
março 10, 2022 | Digitalization, Staufen Academy

Scrum, o método ágil mais utilizado do mercado, é aplicado principalmente para o desenvolvimento de softwares. Entretanto, ele também oferece diversas outras oportunidades de aplicação e vantagens em muitas outras áreas.

INeste artigo, mostraremos as vantagens específicas que o Scrum oferece à gestão de projetos. Se você ainda não está familiarizado com este assunto e precisa de informações básicas sobre o tema agilidade, recomendamos este artigo Transformação Ágil – Tendência ou Veio Pra Ficar.

Gestão ágil de projetos em poucas palavras: vantagens específicas do Scrum

O Scrum é baseado em uma estrutura de papéis, eventos e artefatos. Esta organização fornece transparência, estrutura e um processo de trabalho claramente definido para uma equipe, baseado em princípios ágeis.

Scrum

Uma certeza quanto aos resultados

O Scrum leva a uma certeza forte e regular dos resultados por meio de iterações de ciclo curto – também chamadas de “sprints”. O objetivo é alcançar um resultado (intermediário), chamado de incremento do produto, que é incorporado ao processo de trabalho ao final de cada iteração. A verificação contínua dos resultados (interinos), por sua vez, permite um planejamento mais flexível e preciso – e também aumenta de forma sustentável a certeza dos resultados.

Cronogramas confiáveis de projeto ​​e trabalho independente

Um bom planejamento é a base para o sucesso do projeto. O scrum aperfeiçoa este princípio: cada sprint se torna um projeto dentro de outro projeto. Ele reduz ao mínimo a tarefa “demorada” de planejamento de longo prazo. Isso permite uma estimativa mais precisa da duração do projeto devido à densidade intermediária de resultados dos sprints, bem como a estimativa de tarefas ainda em aberto no pool de tarefas, chamado de backlog do produto. O resultado: cronogramas altamente confiáveis. Além disso, esse foco promove o trabalho independente na equipe e aumenta a sua motivação.

Máxima transparência e comunicação regular

Os clientes e stakeholders são informados sobre os resultados (interinos) em intervalos regulares e solicitados a dar seu feedback. Isso oferece a máxima transparência. E torna possível corrigir o curso do projeto. O envolvimento iterativo regular dos tomadores de decisão permite que as decisões sejam tomadas mais rapidamente e mais abaixo na hierarquia. Ambos os lados – a equipe do projeto e os clientes/decisores – ganham mais liberdade.

Scrum explicado em poucas palavras: a estrutura de papéis, eventos e artefatos

Scrum é um framework estruturado de forma muito simples e consiste essencialmente em 11 elementos, que são resumidos em eventos, papéis e artefatos.

Events

Eventos

Os eventos são chamados de Sprint, Sprint Planning, Daily Stand-up, Sprint Review e Sprint Retrospective (ou retrospectiva) e são usados ​​para estruturar as iterações de ciclo curto. O sprint é a iteração abrangente, que também pode ser entendida como uma espécie de relógio, e é definido por um período de 1 a 4 semanas. Os outros eventos são as reuniões do processo de sprint, que estruturam perfeitamente o processo de trabalho.

Rollen

Papéis

O modelo de papéis e responsabilidades do Scrum distingue entre um papel que diz O QUE deve ser feito (Proprietário do Produto) e um papel que diz COMO algo deve ser feito (Desenvolvedor/Equipe de Desenvolvimento). Além disso, há o papel do Scrum Master, que é responsável pela implementação sustentável da abordagem iterativa e do comportamento de liderança.

Artefakte

Artefatos

Os artefatos refletem os papéis (Product Backlog para o Product Owner, Sprint Backlog para os desenvolvedores) e orientam o Sprint na geração e revisão de resultados por meio do Product Increment.

Principais obstáculos ao introduzir o Scrum

Planen

O Scrum foi originalmente criado para o desenvolvimento de softwares. Mas pode ser usado muito além do setor de software – pois o Scrum oferece uma ferramenta ágil de gestão de projetos. No entanto, alguns obstáculos podem surgir durante a sua implementação. Esses desafios não são necessariamente em detrimento do Scrum – desde que você tenha em mente o seguinte:

Produtos que podem ser enviados após cada sprint

Após cada Sprint, um (potencial) Incremento de Produto Entregável é visto como uma opção e, portanto, não é de fato necessário. No entanto, com base no aumento da maturidade, o tempo de liberação mais rápido possível para gerar o próximo nível de maturidade do produto é determinado em conjunto com a equipe e trabalhado com a filosofia do sprint. O processo de desenvolvimento do produto e o plano do projeto servem como ponto de orientação para o planejamento do fluxo do processo com uma perspectiva de 10 semanas.

Lidar com um modelo e com líderes já estabelecidos

O modelo clássico de gestão de projetos não funciona com o Scrum: os líderes de projeto estão acostumados a liderar a equipe – mas com Scrum, os Scrum Masters assumem a posição de facilitadores que acompanham a equipe.

Portanto, geralmente faz mais sentido preencher o papel com alguém que não tenha um objetivo à parte ao projeto. Em vez disso, eles se concentram em garantir o bom fluxo do processo da equipe.

Os líderes não são mencionados no Scrum. Como o Scrum é uma estrutura voltada à ação, o princípio de adaptação e revisão individual nas retrospectivas do sprint se aplica aqui. Particularmente em uma malha de grandes projetos, projetos menores e trabalho relacionado a processos, deve-se encontrar uma abordagem específica da empresa que inclua os líderes.

Projetos menores e trabalho processual

Um portfólio com muitos pequenos projetos e muitos trabalhos processuais é uma indicação de questões menos complexas que podem ser tratadas com muito mais eficiência aplicando métodos de gestão familiares ao invés do Scrum.

Portanto, é necessário primeiro determinar o grau de complexidade do projeto e selecionar o método de gestão mais adequado para ele. Um método muito conhecido nesse contexto são os quadros Kanban em áreas indiretas para otimizar o fluxo de tarefas.

Customização do framework Scrum via arquétipos de criação de produtos

Agora é necessário determinar a combinação adequada de métodos de suporte para uma empresa juntamente com os níveis de complexidade dos projetos e tarefas. Os quatro arquétipos de criação de produtos a seguir são adequados para essa finalidade:

Processo:
uma sequência de tarefas para um resultado concreto. No contexto de desenvolvimento e manutenção de produtos, esse termo é frequentemente usado para pequenos e conhecidos pacotes de tarefas que não exigem a conclusão de um projeto.

Desenvolvimento de customização:
pequenas melhorias de produto que não devem causar grandes dificuldades, seja em relação aos requisitos ou em termos de novas tecnologias a serem utilizadas.

Novos desenvolvimentos de produtos:
projetos deliberadamente iniciados para renovar significativamente um produto existente.

Inovações:
Elas surgem quando uma necessidade do mercado atende a uma tecnologia facilitadora e é, pelo menos para a empresa, um território completamente novo. Os processos devem ser “redescobertos”. Isso implica em uma maior probabilidade de que os caminhos escolhidos possam falhar.

Adaptar o framework Scrum corretamente aumenta a transparência, a velocidade e a consistência dos resultados de cada um desses quatro arquétipos:

Com base na tarefa existente e no portfólio de projetos, bem como na estrutura corporativa, os eventos, funções e artefatos são significativamente acoplados a estruturas estabelecidas, como o processo de desenvolvimento de produtos.

Por exemplo, no arquétipo do processo, os eventos coincidem com o planejamento, a revisão e os elementos retrospectivos em um stand-up regular.

Na área de desenvolvimento de customização, a questão de como integrar adequadamente a interdisciplinaridade das equipes de projeto com muitos projetos paralelos é o foco principal. O papel do Scrum “desenvolvedor” deve ser visto de forma muito mais ampla aqui, pois muitas tarefas estão na cadeia de suprimentos. Os quadros de multi projetos ajudam quando se trabalha em vários projetos ao mesmo tempo na mesma equipe.

O desenvolvimento de novos produtos se beneficia do uso estrito da abordagem Scrum, especialmente para tarefas de desenvolvimento. No entanto, a abordagem geralmente precisa ser dimensionada devido ao tamanho da tarefa e ao número associado de desenvolvedores. Além disso, os membros do projeto das áreas de logística, compras, qualidade e produção devem estar devidamente integrados e a transferência do projeto deve ser devidamente preparada. Uma transição para uma abordagem mais orientada a processos seguindo um processo de desenvolvimento de produto estabelecido geralmente é importante, especialmente em fases posteriores de desenvolvimento.

Gerar resultados rapidamente ajuda a explorar novos territórios. O Scrum é, portanto, a ferramenta para se explorar inovações.

Conclusão: vantagens do Scrum para o seu projeto

O Scrum é um ativo nasua caixa de ferramentas de métodos de desenvolvimento de produtos. No entanto, ajustar a abordagem ao seu próprio ambiente é responsabilidade de cada empresa e, claro, das próprias equipes. Focar nos arquétipos na criação do produto ajuda nesse ajuste.

O Scrum não serve para todos os casos, mas uma abordagem de valor agregado pode ser definida para cada caso.

Mais sobre a Metodologia Ágil

A importância da produtividade no setor administrativo

Quando se fala em produtividade no Brasil, podemos dizer que no setor de commodities é alta e tem crescido bastante, na indústria manufatureira é baixa e está estagnada e no…

Ler mais

Como melhorar o desempenho e custo dos processos administrativos

Atualmente, ainda é comum encontrar empresas que possuem uma gestão de processos administrativos cujo acompanhamento de desempenho ocorre semestral ou anualmente, geralmente em função de bônus pessoais, e onde a…

Ler mais

Por que implementar 5S?

Afinal, por que o 5S é tão importante? O 5S é provavelmente a ferramenta mais conhecida e mais utilizada entre as metodologias de excelência. Ela foi criada na Toyota nos…

Ler mais

O FUTURO PERTENCE ÀS EMPRESAS ÁGEIS?

Afinal, o que está por trás do termo “Ágil” e como este assunto está sendo interpretado e implementado na prática pelos consultores da Staufen? Jan Haug é engenheiro industrial e…

Ler mais

POR QUE TEMAS COMO COMPLEXIDADE E NÍVEL DE CUSTOMIZAÇÃO SÃO MAIS RELEVANTES HOJE DO QUE NUNCA?

O constante aumento na diversidade de produtos está forçando muitas empresas a enfrentarem o conflito que surge entre as demandas do mercado e a busca por padronização de seus processos….

Ler mais

O Lean como vantagem competitiva

Os desafios do ambiente de negócios vêm crescendo, dia após dia, diante de um cenário altamente globalizado, competitivo e de mudanças rápidas e significativas. A mudança, por si só, muitas…

Ler mais

Para transformar, é preciso desenvolver as pessoas

Entendendo a constante preocupação dos departamentos de gente e gestão com o incentivo e a motivação das pessoas com relação às suas entregas e à sua capacitação, o que vai…

Ler mais
PDCA

O que é PDCA?

Se você caiu nesta página, imagino que provavelmente você já ouviu falar do ciclo PDCA. Mas quer que a gente te explique um pouco mais em detalhes como funciona esta…

Ler mais

Confiança é a chave para o sucesso do Pensamento Lean – A lógica do Kanban

O Lean começou a partir do método Kanban, e Kanban é uma “máquina de confiança“. Existem quatro elementos para o Kanban: Um quadro Heijunka – refletindo o takt time Os…

Ler mais

5 características que fazem de você um Líder Lean

Quais são, afinal, as 5 características que um líder Lean precisa possuir e desenvolver? Aqueles que se concentram intensamente na Liderança Lean, crescem a partir dela e ampliam seus horizontes profissionais…

Ler mais

Líderes Lean precisam dominar métodos de Solução Estruturada de Problemas

Você sente que os problemas no dia a dia das operações são recorrentes? Você sente que a equipe de liderança está atuando como “bombeiros”, somente “apagando incêndios”? Sente falta de…

Ler mais
Mapeamento do fluxo de Valor é uma metodologia para acompanhar e registrar um processo

O que é o mapeamento do fluxo de valor?

O mapeamento de fluxo de valor (VSM) é uma metodologia para acompanhar e registrar um processo, com o objetivo de separar as etapas que agregam daquelas que não agregam valor…

Ler mais
Aprenda a ser um líder lean

Liderança Lean no Shop floor Management

significa uma melhoria na liderança e organização no caminho para uma empresa Lean. Os métodos e ferramentas empregadas têm o objetivo de melhorar a interação entre gestores e colaboradores, pois estes são os responsáveis por promover a solução de problemas e a melhoria de processos. Visualização transparente, compreensão e gestão tomam um papel importante no Shop Floor Management

Ler mais
Entenda como o Lean pode aumentar a eficiência da sua empresa

Você sabe o que é Lean?

Muita gente se engana quando diz que o grande objetivo do Lean é eliminar desperdícios… pode ser uma questão semântica, mas, na verdade o objetivo do Lean é, em primeiro lugar, satisfazer os clientes, e para isto é preciso entender muito bem o que é valor para eles.

Ler mais
Saiba como desperdícios pode afetar a eficiência da sua empresa

Os 7 desperdícios Lean

Desperdício é tudo aquilo que não contribui para atender a necessidade do cliente.

Ler mais

Transformação Ágil – tendência ou veio pra ficar?

Queremos responder a essa pergunta e mostrar por que às vezes é importante assumir novas perspectivas e aplicar outras formas de ver as coisas. Se você já está familiarizado com…

Ler mais

Como o Lean e o Ágil podem transformar os nossos bancos

As empresas que passam por uma Transformação Lean e Ágil têm a capacidade de responder aos obstáculos e requisitos com maior flexibilidade e precisão. Em uma entrevista a Nicolas Romfeld,…

Ler mais

Agile Leader Training

The future is volatile, uncertain, complex and ambiguous (VUCA) – most companies agree on this, because the influences of digital transformation are both equally fast-moving and challenging. Shorter innovation and development cycles, higher demands on individualization and increasing networking of value creation are ubiquitous influencing factors that we are confronted with in the modern VUCA world. To meet these challenges, companies must respond to the changing environment quickly and efficiently.

Ler mais
Header BMW

BMW AG

A JORNADA DA BMW PARA UMA CULTURA ÁGIL DE COLABORAÇÃO Os mercados e as condições ambientais estão mudando tão rapidamente hoje que as empresas com estruturas tradicionais não são mais…

Ler mais

Does the future belong to agile companies?

Precisely what is behind the term and how is the topic being interpreted and implemented in practice by Staufen AG? Jan Haug has a degree in industrial engineering and has been a part of the Staufen AG team for 13 years. Heading the Lean Development unit, together with his team, he has also been working on the topic of agility for years, and how it can be successfully implemented in traditional corporate structures.

Ler mais

MANTENHA-SE ATUALIZADO

Subscribe to our newsletter